Poltronas coloridas marcam o visual do novo espaço do Galeão

Poltronas coloridas marcam o visual do novo espaço do Galeão (Divulgação)

Cerca de dois anos após assumir a gestão do aeroporto do Galeão – Tom Jobim, a concessionária RioGaleão abre oficialmente nesta segunda-feira (23) o Píer Sul, uma área de 100 mil metros que contará com 26 pontes de embarque destinada aos voos internacionais.

A inauguração ocorreu no último dia 20, porém, apenas hoje quatro companhias passarão a utilizar o novo prédio: American Airlines, United Airlines, Lufthansa e Edelweiss, da Suíça. As demais companhias migrarão para o novo pier durante os próximos 30 dias, com exceção da Gol, que só se mudará no final do ano.

A ampliação do Galeão teve uma proposta diferente de Guarulhos. Enquanto o aeroporto paulista precisou ganhar um terminal internacional do zero, o aeródromo do Rio necessitava de mais pontos de embarque já que o Terminal 2 encontrava-se em ampliação por conta da Copa. Quanto toda obra for concluída, o aeroporto passará a ter capacidade para mais de 30 milhões de passageiros por ano – hoje esse total é de 17 milhões.

Sala de embarque do píer Sul

Sala de embarque do píer Sul

Espaço arejado

O projeto do novo píer é bastante racional e objetivo. Nada do luxo e requinte visto no aeroporto de Cingapura, administrado pela mesma empresa sócia da RioGaleão. Em vez disso, uma decoração leve e colorida. Após o check-in, os passageiros de voos internacionais acessarão o novo píer pela lateral externa do Terminal 2. De lá, percorrerão os cerca de mil metro de corredores do novo prédio – para facilitar e agilizar os deslocamentos, a concessionária instalou 14 esteiras rolantes.

Com a abertura, os passageiros contarão com 24 mil metros extras de áreas comerciais incluindo uma nova loja Dufry com 8 mil metros. A ampliação era um dos compromissos da cidade para realização dos Jogos Olímpicos em agosto.