A330 da Aigle Azur: Viracopos volta a ter voos para Paris (Rafalflash)

A companhia aérea Azul anunciou nesta semana que vai suspender por tempo indeterminado sua parceria de compartilhamento de voos (codeshare) com a empresa francesa Aigle Azur. O acordo será paralisado a partir de setembro deste ano.

Com essa alteração, a Azul deixará de vender passagens entre Paris (aeroporto de Orly) e Campinas (Viracopos), em voos operados pela Aigle Azur. Da mesma forma, a companhia francesa vai suspender a comercialização de bilhetes da empresa brasileira.

“O acordo de codeshare entre a Azul e Aigle Azur está em fase de ajuste, por isso precisamos fechar as vendas a partir de setembro”, informou a Azul em nota enviada ao Airway.

Mesmo sem a parceria com a Azul, a Aigle Azur seguirá operando na rota entre Viracopos e Orly de forma independente. A companhia francesa opera o trecho cinco vezes por semana com jatos Airbus A330 com capacidade para 314 passageiros.

A Aigle Azur é a segunda maior companhia aérea da França, depois da Air France. A empresa conta atualmente com 11 aeronaves na frota e opera em 26 destinos na Europa, norte da África, Oriente Médio, além de Campinas.

David Neeleman, fundador da Azul, também é um importante acionista da Aigle Azur. Desde 2017, o empresário brasileiro radicado nos Estados Unidos detém 32% das ações da companhia francesa.

Veja mais: Azul anuncia voos para Araraquara e Guarujá