A Korean, que já tem o 787-9, vai estrear a versão -10, de maior capacidade (Boeing)

Após ver a Airbus divulgar várias encomendas em Le Bourget, a Boeing respondeu à altura nesta terça-feira. Além do anúncio de peso do grupo IAG, a fabricante norte-americana também computou a encomenda de 20 Boeing 787 pela Korean Air, que vai alugar outros 10 jatos da Air Lease Corporation.

O pedido para a Boeing engloba 10 787-9 e 10 787-10, os primeiros da empresa asiática. Além disso, ela fará o leasing de outros 10 787-10 com a ALC.

“À medida que continuamos a inovar nossa oferta de aeronaves, a família 787 Dreamliner se tornará a espinha dorsal de nossa frota de longa distância por muitos anos”, disse Walter Cho, presidente da Korean Air.

“O anúncio de hoje demonstra a força de nossa duradoura parceria com a Korean Air. A companhia aérea foi pioneira na indústria de aviação comercial da Ásia nas últimas cinco décadas e a Boeing tem a honra de desempenhar um papel importante em seu contínuo sucesso”, disse Kevin McAllister, presidente da Boeing Commercial Airplanes.

O negócio, que atinge a cifra de US$ 6,3 bilhões em valores nominais e ainda precisa ser assinado, também inclui o fornecimento de motores GEnx, da General Electric. A Korean Air já opera hoje 10 Boeing 787-9 que complementam sua frota de 747, 777 e A330.

Mais encomendas da ALC

A empresa de leasing ALC, que tem chamado a atenção em Paris por estar envolvida em vários negócios, também anunciou a encomenda de cinco Boeing 787-9, confirmando como o Dreamliner tem sido requisitado pelos seus clientes.

“A demanda por aviões confiáveis, versáteis e econômicos é a mais alta de todos os tempos”, disse Steven Udvar-Házy, presidente executivo da Air Lease Corporation. “Estas cinco aeronaves Boeing 787-9 são exigidas pelos nossos clientes de companhias aéreas”, completou.

O Boeing 787 já acumula mais de 1.400 aeronaves vendidas desde o início do seu programa.

A Air Lease Corporation adquiriu cinco novos 787-9 (Boeing)

Veja também: Primeiro voo do Boeing 777X é adiado para o final de 2019